Em destaque

Após 15 horas de viagem no maior avião do mundo, muitas lágrimas e um cansaço extremo chegámos a um dos aeroportos mais movimentados “Beijing International Airport”. O Rui que já vivia na China há um ano apresentou-me este novo lugar. Assim, percorremos Pequim juntos pela primeira vez até que, finalmente chegámos ao local onde iríamos permanecer por um ano, ao qual chamámos casa. Até então, nunca tínhamos vivido juntos, portanto um novo desafio estava perante nós, para além de tantos outros que viriam.
Nos primeiros tempos de adaptação, as quatro primeiras sensações que tivemos foram precisamente a dimensão de escala, em que tudo à nossa volta é imensamente grande, a dimensão de tempo, pois para percorrer uma distância curta podemos demorar horas, a dimensão de número, uma vez que a quantidade de pessoas por metro quadrado é avassaladora e por fim a dimensão sonora, pois nunca existe silêncio à tua volta.
Abraçando um novo projeto profissional na área da educação na primeira escola certificada pelo currículo IB em Pequim “Huijia Private School”, aceitámos a oportunidade de ensinar num contexto educacional diferente, iniciando uma aprendizagem a vários níveis.
Contudo, tudo o que tínhamos aprendido enquanto profissionais de educação em nada nos poderia preparar para o desafio que iríamos enfrentar numa cultura completamente dispare da nossa, com outras abordagens, em que a tua postura, os teus valores e as tuas atitudes tiveram que necessariamente se ajustar a uma nova realidade educacional evitando simultaneamente juízos de valor e o questionamento constante, ou seja, o porquê disto ou o porquê daquilo.
Ainda assim, não só tivemos que investir do nosso tempo como também ler e compreender uma nova realidade curricular apostando nas formações profissionais cedidas pela instituição para podermos estar à altura das nossas responsabilidades. Porém, apesar de lecionarmos em língua inglesa, através do contato diário com a equipa multidisciplinar, com o passar do tempo fomos aprendendo chinês e compreendendo pequenas palavras e frases, estabelecendo mais confiança na comunicação.

Anúncios
Em destaque

Primeiro post!

O meu nome é Joana Portela. O meu nome é Rui Marques e este é o nosso blog “da China para o mundo“. Juntos decidimos sair da nossa zona de conforto para conhecer diferentes realidades culturais e profissionais. Aqui iremos dividir várias experiências sobre morar fora, partilhar informações e dar sugestões, usando o mundo como pano de fundo para as nossas histórias. Se tal como nós, és apaixonado por novos lugares, este é o blog certo para ti. A nossa viagem começa agora. Bem-vindo!

Até já Portugal!

Tínhamos um sonho, deixámos o sonho e passámos á ação. Com base no nosso amor resolvemos deixar tudo o que tínhamos em Portugal para viver do outro lado do mundo na China, em busca de conhecimento e autoconhecimento.

No ano de 2016 casámos e decidimos que a nossa história iria ser diferente, por isso perdemos o medo e fomos, cientes de que a nossa vida nunca mais seria a mesma. E estamos felizes por não termos a vida que todas as pessoas acabam por ter, ou seja, estudar, namorar, casar, ter filhos e trabalhar o resto da vida até sermos velhinhos.

Acreditamos que as pessoas que viajam conseguem ver o mundo para além do olhar. Como tal, ao tomarmos contato com outras realidades, tão contrastantes da nossa, é impossível a cada regresso a Portugal voltarmos com os mesmos olhos. Por isso, queremos inspirar e ajudar os outros com base na nossa experiência e que, é possível largar tudo e começar do zero!